O que o PISA para Escolas revela sobre uma Rede de Ensino no Brasil? A experiência da Fundação Cesgranrio em 2019

Author(s): Fontanive, Nilma; Klein, Ruben; Rodrigues, Suely da Silva; Moraes, Alice Nabiça

Organisation(s): Fundação Cesgranrio (Brazil)

Date: 2021

Pages: p. 6-34

Download

Português: O PISA para Escolas, uma avaliação de alunos promovida pela OCDE, foi aplicada no Brasil em duas ocasiões distintas, 2017 e 2019. A edição de 2019 do PISA para Escolas foi administrada somente via computador a uma população de 11.484 alunos pertencentes a 229 escolas públicas e privadas. O PISA para Escolas avalia três áreas de conhecimento com itens de teste calcados nas matrizes de referência do PISA. Os resultados obtidos pelas escolas de cinco Redes de ensino, públicas e particulares, foram agregados em um conjunto de tabelas que possibilitaram a análise comparativa do desempenho dos alunos entre as Redes e com variáveis selecionadas no estudo. Como resultado, observou-se uma variabilidade de desempenho dos alunos das Redes, explicadas em grande parte por suas características socioeconômicas e culturais, práticas de ensino e clima disciplinar. Investigaram-se, também, três aspectos que vêm sendo tratados na literatura mais atual e, entre eles, a prática do bullying , o fenômeno da repetência e a importância das habilidades socioemocionais no contexto escolar.

English: PISA for Schools, a student assessment promoted by the OECD, was applied in Brazil in two separate years, 2017 and 2019. The 2019 edition of PISA for Schools was administered, only by computer, to a population of 11,484 students from 229 public and private schools. PISA for Schools assesses three areas of knowledge with items based on the PISA frameworks. The results obtained by the schools of five education networks, public and private, were aggregated in a set of tables that allowed the comparative analysis of the students’ performance between the networks and with variables selected in the study. As a result, there was a variability in the performance of students in the networks, explained largely by their socioeconomic and cultural characteristics, teaching practices and disciplinary climate. We also investigated three aspects that have been dealt with in the most current literature, and among them, the practice of bullying, the phenomenon of repetition and the importance of socioemotional skills in the school context.

Bookmark this

Ressources liées